Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

CURSO DE RESTAURO DE AZULEJOS – IAB/PORTO ALEGRE

azulejos

O Instituto de Arquitetos do Brasil promove no dia 22/10/2018 o C urso de Restauro de Azulejos, no Solar do IAB, que fica na Rua General Canabarro, 363, no Centro Histórico de Porto Alegre.

Confira abaixo todos os detalhes abaixo:

 

Data: 22/10/2018
Local: Solar do IAB RS – rua General Canabarro, 363 – Centro Histórico

Horário: das 09h00 às 18h00

OBJETIVO GERAL:
Proporcionar aos restauradores na área de arquitetura e belas artes o ofício de restaurar azulejos antigos inseridos nas áreas externas e internas do monumento arquitetônico.

OBJETIVO ESPECÍFICO:
a. Conhecer o acervo azulejar do estado do Rio Grande do Sul;
b. Compreender o azulejo enquanto obra de arte e revestimento arquitetônico;
c. Conhecer os aspectos metodológicos do cadastramento de um monumento;
d. Conhecer os aspectos metodológicos do processo de restauração da azulejaria.

CARACTERIZAÇÃO:
Data: 22 a 26 de outubro e 26 a 30 de novembro, das 9h00 às 18h00
Carga horária: 88 horas
Público alvo: Restauradores da área de arquitetura e belas artes
Local: Escola IAB RS (Solar do IAB RS – rua General Canabarro, 363 – Centro Histórico)
Professores: Lucas Volpatto e Zeila Maria Machado

PRÉ REQUISITO:
A inscrição ocorrerá mediante comprovação do profissional em atuação na área de restauro (TÉCNICOS, HISTORIADORES, ARTES PLÁSTICAS, ARQUITETOS).

CONTEÚDO:
a. O azulejo enquanto patrimônio cultural – Professor Lucas;
b. Cadastramento da azulejaria e monumento – Professor Lucas;
c. Conhecimento do azulejo: história e técnicas de manufatura – aula expositiva – Professora Zeila;
d. Técnicas de restauro – aula expositiva e prática – Professora Zeila;
e. Visitas a monumentos – Professor Lucas e professora Zeila;
f. Avaliação.

METODOLOGIA:
Os conteúdos serão desenvolvidos por meio de apresentação oral, utilizando-se de material didático impresso e de multimídia. Durante a apresentação, os participantes serão incentivados a fazer intervenções e a interagir com os professores para tirar dúvidas, complementar informações e trocar experiências.

AVALIAÇÃO:
Ao final do minicurso, os participantes poderão avaliar os resultados obtidos, em função das expectativas e dos objetivos. Serão emitidos certificados da Escola IAB RS.

REFERÊNCIAS BÁSICAS:
ALCÂNTARA, Dora Monteiro e Silva de. (Org). Azulejo na cultura lusobrasileira. Rio de Janeiro: IPHAN, 1997. 112 p.
ALCÂNTARA, Dora Monteiro e Silva de. Azulejos portugueses em São Luís do Maranhão. Rio de Janeiro, Ed. Fontana, 1980.
BARATA, Mário. Azulejos no Brasil – séculos XVII, XVIII e XIX. Tese apresentada à Escola Nacional de Belas Artes da Universidade do Brasil para concurso de professor catedrático de História da Arte. Rio de Janeiro, 1955.
KNOFF, Udo. Azulejos da Bahia, revisão histórica/documental de Olímpio Pinheiro. Rio de Janeiro: Livraria Kosmos; Salvador: Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1986.
MACHADO, Zeila Maria de Oliveira. Azulejo: Arte Milenar que Encanta a Nossa Cultura. Publicado na obra “Coleção – Conservação e Restauração”. Organizado por Márcia Braga. Publicada pela Editora Rio em 2003.
SIMÕES, João Miguel dos Santos. Azulejaria portuguesa no Brasil (1500-1822). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1965.

ABRANGÊNCIA DE PÚBLICO:
Porto Alegre/Serra Gaúcha/Pelotas/Bagé/Rio Grande/cidades de Santa Catarina/cidades do Paraná.

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES:
cursos@iabrs.org.br
Fone/Whatsapp: (51) 9381 80738

MINI-CURRÍCULO DOS MINISTRANTES:

ZEILA MARIA DE OLIVEIRA MACHADO
Graduada em artes plásticas pela Universidade Federal da Bahia Escola de Belas Artes em 1993. É mestre em artes visuais na linha de história da arte Universidade Federal da Bahia Escola de Belas Artes Junho de 2012. Possui dezenas de artigos publicados em revistas e anais de eventos na área de conservação e restauração. Foi a organizadora da II Semana Internacional do Azulejo Museu de Arte Sacra da Universidade Federal da Bahia Salvador – BA 19 a 24 de setembro de 2016. Consultora da restauração dos azulejos da Catedral Basílica de Salvador em Junho de 2015 a dezembro de 2016. Restauradora responsável das obras de arte em pintura de cavalete e molduras da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia Salvador – BA Setembro de 2014 a maio de 2015. Restauradora responsável das obras de arte em papel do Museu de Arte Moderna da Bahia Salvador – BA Abril a dezembro de 2014. Coordenadora da restauração do forro da igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição Riachão do Jacuípe – BA Julho a agosto de 2013. Consultora da restauração dos azulejos internos do corredor esquerdo da Basílica de Senhor do Bom Jesus do Bonfim Salvador – BA Julho de 2011 a janeiro de 2012. Restauradora responsável das obras de arte em papel do ACBEU Salvador – BA Outubro a novembro de 2011. Coordenadora da restauração do painel de azulejos da fachada da sede do ICBA Salvador – BA setembro a dezembro de 2011 Execução de Inventário Azulejar do Estado de Alagoas para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) Novembro de 2007 a maio de 2008. Coordenadora da restauração dos azulejos de fachada (frontão e torre) da igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Pardos Laranjeira – SE Janeiro a julho de 2008. Execução de Inventário Azulejar do Estado de Sergipe para o Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN) Agosto a outubro de 2007. Coordenadora da restauração de elementos artísticos (altares, imagens, gradis da tribuna e arcaz da igreja São Francisco) São Cristóvão – SE Março de 2006 a julho de 2007. Execução dos trabalhos de diagnóstico, registros gráficos e quantificação de danos do acervo azulejar do Convento de São Francisco Salvador – BA Fevereiro de 2006. Coordenadora da restauração dos painéis de azulejos do saguão de entrada do Hotel Convento do Carmo Salvador – BA Novembro de 2005 a janeiro de 2006. Execução da restauração de painel do antigo Solar Aguiar, pertencente a Universidade Federal da Bahia, localizado no Museu de Arte Sacra da Bahia Salvador – BA Dezembro de 2004. Execução da restauração de painéis da Igreja do Convento de Santa Tereza Museu de Arte Sacra da Bahia Salvador – BA Junho de 2002. Execução de obras de remoção e restauração de azulejos do claustro da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco. Salvador – BA. Março de 2002 .Coordenadora do projeto de restauração dos azulejos internos da Igreja de Monte Serrat. Salvador – BA. Maio de 2001. Consultora da restauração do Casarão dos Azulejos Rio Grande – RS Maio de 2001. Coordenadora da Unidade de Restauração do Liceu de Artes e Ofício da Bahia. Trabalhos executados: Azulejos da Fachada da Casa da Providencia, Azulejos do Paço do Saldanha, Painel de Azulejos do Porto da Barra, Oficina de Restauração do Projeto da Comunidade Solidária (Painel do Museu de Arte Sacra) Salvador – BA. Agosto de 95 a abril de 2001.

LUCAS BERNARDES VOLPATTO
Graduado em Arquitetura e Urbanismo pelo Centro universitário Ritter dos Reis (2008), Pós Graduado em Gestão e Prática de Obras de Conservação e Restauro do Patrimônio Edificado pelo CECI / UFPE ( 2014) Mestre em Arquitetura e Urbanismo – Arquitetura e Cidade : o Projeto como Investigação / Edificações Culturais – UniRitter / Mackenzie (2016). Atua como docente no Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter – Laureate International Universities) ministrando as disciplinas de Rearquitetura no Curso de Especialização em Interiores – Módulo de Arquitetura Comercial e Introdução a Arquitetura, História e Teoria da Arquitetura e Técnicas Retrospectivas na graduação. Ministrou cursos livres na área de Metodologia de Projeto de Restauro no Instituto dos Arquitetos do Brasil. Atua como Diretor Financeiro Adjunto do Instituto dos Arquitetos do Brasil, departamento RS entidade pela qual é membro curador do FUMPOA (Fundo do Projeto Monumenta) e do COMPAHC (Conselho Municipal de Patrimônio Histórico Cultural de Porto Alegre). É membro consultor da Comissão Arquidiocesana de Arte Sacra de Porto Alegre. Possui experiência técnica na área de projetos de conservação e restauro, espaços religiosos e intervenções no espaço construído. Entre os trabalhos técnicos de destacam a restauração da capela mor da Igreja Nossa Senhora das Dores, a reconstrução da Capela da Fundação o Pão dos Pobres de Santo Antônio, o projeto de restauração do edifício da Cúria Metropolitana entre outros projetos e atividades de consultoria na área da conservação e do restauro.

Deixe seu comentário: