Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

“Arquitetura: substantivo feminino” discute questões de gênero e suas relações com a cidade.

arquitetura-substantivo-feminino-2

“Arquitetura: substantivo feminino” debate sobre arquitetas urbanistas na cidade e a inserção no mercado profissional

“Arquitetura: substantivo feminino” é o primeiro evento do CAU/RJ para discutir questões de gênero e suas relações com a cidade, bem como a atuação profissional das mulheres arquitetas e urbanistas. 

O evento tem como objetivo fortalecer as mobilizações e as discussões em torno do Dia Internacional da Mulher. 

 


O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ) realiza, no dia 6 de março, a série de debates “Arquitetura: substantivo feminino”. O evento tem como objetivo fortalecer as mobilizações e as discussões em torno do Dia Internacional da Mulher. As atividades acontecerão das 14h às 19h30, na sede do Conselho (Av. República do Chile, 230, 23º andar). Os interessados devem se inscrever pelo endereço: https://goo.gl/pAfZxj. Haverá espaço destinado às crianças de 3 a 8 anos.

Primeiro evento do CAU/RJ para discutir questões de gênero e suas relações com a cidade, bem como a atuação profissional das mulheres arquitetas e urbanistas, a série de debates está organizada em três painéis: “Representatividade no CAU” (14h às 15h30), “Mulheres e cidade” (16h às 17h30) e “Ser arquiteta” (18h às 19h30).

Para a conselheira Luciana Ximenes, uma das organizadoras do evento, discutir as questões que perpassam a prática profissional das arquitetas e urbanistas é cada vez mais urgente, considerando que as mulheres são maioria na carreira e nos cursos de graduação. “Como as cidades são produzidas e para quem? Qual o papel das instituições públicas na redução das desigualdades entre homens e mulheres em nosso exercício profissional? Quais são os nossos maiores desafios? São questões importantíssimas e que o evento pretende pôr em debate. Que esse seja um exercício constante do CAU, criando mais espaços para essa temática tão relevante para toda a sociedade”, pontuou.

O primeiro painel discutirá a participação das mulheres no CAU e em outros Conselhos profissionais, além das políticas destinadas ao mercado de trabalho das arquitetas e urbanistas. Contará com a participação de Gilcinéa Barbosa, arquiteta e presidente do CAU/BA, Deborah Prates, advogada, presidente da comissão de mulher do IAB (Instituto dos Advogados do Brasil), que falará sobre sua experiência.

Em seguida, será a vez de discutir o papel das arquitetas na construção das cidades e como torná-las mais inclusivas e seguras para as mulheres. A arquiteta e urbanista mineira (acho que não precisa pôr que ela é mineira) Priscila Gama, desenvolvedora do aplicativo Malalai, que ajuda mulheres a escolher rotas mais seguras para caminhar na cidade, será uma das participantes. As pesquisadoras Poliana Monteiro, Macela Abla e Rossana Tavares contribuirão com o debate abordando: a atuação das mulheres na luta pelo direito à cidade, na resistência às remoções e na produção habitacional.

“É fundamental no nosso campo esse debate. Por incrível que pareça, embora algumas mulheres tenham feito pesquisas e de não ser novo, é um tema bastante inédito. O evento é uma oportunidade de o assunto sair da academia. O debate sobre a questão das mulheres e o debate racial são periféricos e acabam interferindo em nossa prática profissional, na forma como são elaborados os planos urbanísticos e os planos diretores”, afirmou a arquiteta e urbanista Rossana Tavares.

O terceiro painel terá como palestrantes Mikhaila Copello e Vanessa Ribeiro, estudantes de arquitetura e urbanismo da FAU/UFRJ, que falarão sobre o assédio na universidade; Tainá de Paula, arquiteta e urbanista, Coordenadora Regional da Plataforma Brasil Cidades e consultora técnica do MTST do Rio de Janeiro, que falará sobre atuação profissional; e Júlia Mazzuti, arquiteta e urbanista e uma das fundadoras do coletivo Arquitetas Invisíveis, que busca promover a igualdade de gênero na arquitetura e urbanismo por meio da divulgação da vida e obra de arquitetas desprestigiadas pela história.

Confira a programação completa:

Print

 


Créditos:

Fontes:

Site Conselho Arquitetura e Urbanismo/RJ ( http://www.caurj.gov.br )

Página do evento no Facebook ( https://www.facebook.com/events/972331102920394/ )

Deixe seu comentário: